Diário

27/06/2013 - 08:23 | Postado por:
29- Cingapura 27-06-2013

Marina Bay Sands. Cingapura

Saindo da Austrália, o lugar mais próximo, e que fazia parte de meus objetivos, era Bali, na Indonésia. Para chegar até lá, procurei na internet e a passagem mais barata que encontrei foi US 532. Procurando por um custo mais baixo ,obtive a informação de que indo pra Cingapura, embora bem mais longe, seria bem mais barato, e de lá, seguir pra qualquer destino na Ásia é mais em conta também. Foi o que fiz. Paguei US 230 de Gold Coast para Cingapura e depois, apenas US 120 para ir até Bali. E de Bali, por companhias locais, meu próximo voo, para Yogyakarta sairá só US 62. Espero com isso estar contribuindo para futuros viajantes por essas bandas.

Cingapura, que pode ser escrito com S ou C é uma ilha pequena, mas uma ilha-estado. É um país. E com grande importância para a economia mundial. Aqui quase todas a grandes empresas multinacionais tem sua sede. O que também explica a diversidade populacional e cultural. Cada país trata de enviar para cá, seu altos funcionários. É um dos 4 chamados “Tigres Asiáticos” – Coréia do Sul, Hong Kong, Taiwan e Cingapura. São os países que entre 1960 e 90 tiveram um crescimento econômico muito rápido,e com grande influência regional e mundial. O Estreito de Cingapura é uma das rotas marítimas mais movimentados do mundo. Do avião, contei bem mais de 100 navios em volta do porto, e isso foi o que a neblina deixou ver, havia muito mais.

O tamanho da ilha é um pouco maior do que Curitiba (20%), mas ali vivem 7 milhões de pessoas, na maioria imigrantes chineses. E 1 milhão de turistas ali chegam todo mês! É considerada a “Ásia for beginners”, por todos os seus atrativos, posição estratégica. Com tanta mistura, a língua falada é o “singlish”, mistura de línguas asiáticas com o inglês. Grande atividade econômica e salários altos. O salário inicial em uma multinacional gira em torno de US 2.500. E o Brasil é o país latino-americano com o maior número de imigrantes, que trabalham em empresas como Petrobras, Vale e Embraer. As relações com o Brasil seguem em crescimento. As maiores  plataformas da Petrobrás foram feitas aqui, e eles são um dos maiores consumidores do nosso frango. Um dos maiores desafios do futuro tem suas esperanças de olho aqui. Grande parte da água consumida vem de enormes usinas de dessalinização.

Por ser muito pequeno o lugar e ter tanta gente, eles tem soluções em viabilidade urbana que interessam ao mundo todo. O transporte urbano serve de exemplo e eficiência, custo e pontualidade. Os passageiros pagam pela distância percorrida. E a população é estimulada a usar esse transporte. Por ser um lugar pequeno e ter muito automóvel, para poder ter um  é preciso pagar por um Certificado, cujo valor varia conforme o número de carros novos em circulação no ano, e também conforme o modelo que se quer comprar. Este ano, o tal certificado,  gira em torno do US 15.000. Trazer seu carro, nem pensar. Além de todas as taxas e o certificado, ainda tem que pagar mais US 10.000. E os pedágios nas principais artérias da cidade, variam conforme o horário. Tudo isso para tentar evitar a poluição, cada vez mais crescente. Chegaram a criar um Ministério da ecologia, encarregado, além de tudo relativo ao tema, transformar toda a cidade em área verde.

E para acomodar tanta diversidade populacional existem leis rigorosíssimas. O tráfico de drogas é punido com pena de morte. É proibido qualquer manifestação gay. O cigarro custa US 7 em média. Se você for  pego comendo nas estações do metrô, recebe como recheio, uma multa de US 1.000. É proibido mascar chicletes, multa de US 100! Não é  a toa que foi considerada pela ONU como a segunda cidade mais limpa do mundo – a primeira é Tóquio.

Com muito dinheiro em circulação, o que não falta é onde gastar. Tem atrações para todos os gostos. Ruas inteiras fechadas para diversão. Para compras tem 61 Shopping Centers! E todos enormes e interligados a hotéis e atrações próximas, por passarelas e escadas rolantes. A ordem é comprar. E não importa o preço. Louis Vuitton é caro! Mas na loja exclusiva, tem até fila nos finais de semana!

Aqui está a maior roda gigante do mundo, a Singapore Flyer. Tem também a piscina com borda infinita maior e a mais alto do mundo, no 60 – sexagésimo! – andar do Hotel Marina By Sands. E aqui também é possível, para qualquer  pobre mortal, andar de Lamborghini ou Ferrari. Para dirigir qualquer um, por 1:45 minutos, pelas ruas da cidade, você vai poder fazer voar US 750!

É muita informação né! Mas foi o choque que tive quando cheguei aqui. E no momento que estamos atravessando no Brasil, com a expectativa de mudanças, é bom saber onde estão os bons exemplos! Certo dia, ao entrar num Shopping, vi uma mesa antes da entrada. Ali estavam dois Notebooks, celular, mochila e mais algumas coisas. Fiquei um tempo olhando ao redor. Demorou e ninguém se aproximou da mesa, embora tenham passado centenas de pessoas ao lado. E pensei: –  Como seria bom se no Brasil tivéssemos esse nível de segurança e confiança.

E pensei também que viver bem não se trata apenas de dispor de segurança e confiança. Há muitos outros valores que formam a riqueza do ser humano. Não troco o Brasil. Aí nasci e aproveitei as  oportunidades oferecidas. E aí estão todos as pessoas que amo!